Seu Império na Cultura Pop

CríticaDC ComicsFilmes

Besouro Azul: Novo filme da DC é o melhor e mais divertido dos últimos anos

Elenco principal majoritariamente latino é o responsável pelo sucesso

O novo filme da DC Studios, Besouro Azul, foi alvo de muitas dúvidas por conta dos últimos fracassos do estúdio pertencente a Warner, mas também foi alvo de muita expectativa dos fãs que conhecem Jaime Reyes dos quadrinhos, animações e games. Além disso, Besouro Azul se tornou destaque, principalmente no Brasil, após ser anunciado que a atriz brasileira Bruna Marquezine seria protagonista do filme ao lado de Xolo Maridueña (Cobra Kai).

Besouro Azul, que estreia neste dia 17 é um filme que exalta o povo latino e sobretudo a família e o filme faz questão de nos lembrar a importância da família a todo momento, com interações cômicas e emocionantes entre Jaime e a família Reyes, composta por seus pais, sua irmã Milagro e sua abuela. O longa também trás muitas referências a grandes sucessos, principalmente Maria do Bairro e Chapolin Colorado, além de grandes referências aos Besouros Azuis anteriores: Ted Kord e Dan Garret.

Jaime Reyes e sua família. Foto: DC Studios

Besouro Azul acompanha Jaime Reyes, um jovem estudante mexicano que acabou de se formar em direito e que retorna para casa, em Palmera City, para ajudar sua família e tentar tirá-la da pobreza. Porém, ele descobre que a família perdeu a casa para as Indústrias Kord, um conglomerado científico e tecnológico, fundada por Ted Kord, o segundo Besouro Azul, que nas mãos de sua irmã vem tomando atitudes antiéticas e retirando os moradores pobres de seus lares para expandir um império puramente neoimperialista. Logo, cabe a Jaime fazer o máximo que consegue para tirá-los de um prospecto sombrio e derradeiro, buscando algum trabalho que lhe dê uma fonte de renda sólida e que o permita ajudar aqueles que mais ama.

No entanto sua vida vira de cabeça para baixo quando conhece Jennifer Kord (Marquezine), filha de Ted Kord que após algumas confusões acaba entregando o Escaravelho, chamado Khaji-Da, para Jaime sem saber que o alienígena iria se fundir ao jovem. levando o casal e sua família a fazer de tudo para se salvar das garras de Victoria Kord e seu experimento militar chamado OMAC, feito para copiar as propriedades do Escaravelho.

Besouro Azul supera todas as expectativas, o filme apresenta um roteiro coeso que prende, diverte e emocionado expectador, o filme também apresenta um CGI muito superior ao das ultimas produções da DC e da Marvel, principalmente em relação a The Flash, mas isso não impediu que o filme falhassem ao apresentar a armadura do OMAC, no entanto, não é nada que chame atenção.

Mas o verdadeiro destaque do filme vai para a sua alma, o elenco majoritariamente latino formado por: Maridueña fazendo um trabalho muito envolvente, prendendo o expectador e com uma atuação muito fiel ao heróis adaptado; Belissa Escobedo como Milagro Reyes ou simplesmente Milly, a irmã extrovertida do herói disposta a tudo pra ajudar Jaime em momentos de dificuldade; enquanto isso, George Lopez emerge como o principal escape cômico do enredo ao encarnar Rudy, tio de Jaime, é na realidade um gênio da tecnologia com ideias muito loucas e eficazes; Damian Alcázar como Alberto Reyes, o pai integro e bons valores, responsável por levar a família para os Estados Unidos e que passa aquela vibe estilo tio Ben do Homem-Aranha, para Jaime ensinando a ele que apesar das adversidades ele tem quem continuar acreditando que tudo dará certo; Elpida Carrillo como Rocia Reyes, mãe de Jaime a cola da família.

Adriana Barraza, recém-saída de suas atuações em ‘Penny Dreadful: City of Angels’ e ‘Pequenos Grandes Heróis’ também está presente, dando vida a Nana, avó de Jaime, que revive sua ex-guerrilheira anti-imperialista interior para salvar o neto do modo mais glorioso e hilário que podemos imaginar. Mas o maior destaque vai para Marquezine.

Bruna Marquezine como Jenny Kord em Besouro Azul. Foto: DC Studios

Besouro Azul marca a estreia de Bruna Marquezine em Hollywood, e a atriz que iniciou a carreira ainda criança, começou com o pé direito, no papel de Jenny Kord, apresentando uma personagem forte, corajosa e decidida a impedir sua tia de continuar cometendo atrocidades, usando os apetrechos criados por seu pai Ted Kord e ajudando o novo herói a dar vim aos planos nefastos de Victoria Kord. A atriz brasileira teve muito tempo de tela e apresentando uma química perfeita com seu parceiro de elenco e co-protagonista Xolo Mariduenã.

O longa também conta com a participação da atriz e cantora, vencedora do Grammy Latino, Becky G, a artista dá voz ao escaravelho, Khaji-Da, uma armadura alienígena senciente, o MacGuffin que estava em posse da vilã do filmem que buscava por um hospedeiro digno para se fundir de maneira simbiótica.

Jaime Reyes (Xolo Maridueña) segurando o escaravelho Khaji-Da (Becky G). Foto: DC Studios

Por fim, Besouro Azul é um filme divertido e cativante, mostrando aos céticos que o gênero de super-heróis não está saturado e que ainda pode se reinventar e surpreender seus fãs. Besouro Azul é um filme para se assistir com a família e se lembrar que a união faz a força mesmo nos piores momentos.

Vale lembrar que Besouro Azul possui duas cenas pós-créditos e que James Gunn confirmou que o herói fará parte do novo DCEU e que irá retornar no futuro, então os fãs podem esperar ainda mais do novo herói nos próximos anos.

Ficha Técnica:

Pôster de Besouro Azul. Foto: Reprodução

Nome: Besouro Azul

Diretor: Angel Manuel Soto

Roteirista: Gareth Dunnet-Alcocer

Duração: 127 min

País: EUA

Gênero: Ação Aventura e Ficção Cientifica

Estrelando: Xolo Maridueña, Bruna Marquezine, George Lopez, Belissa Escobedo, Raul Trujillo, Susan Saradon, entre outros

Estreia Nacional: 17 de agosto de 2023

NOTA: 9,0/10

Confira essa e outras novidades sobre filmes n’O Triunvirato e acompanhe as nossas redes sociais para não perder nenhuma novidade.

Fechado para comentários.