Loki: Confira os easter-eggs e referências do quinto episódio

O Vazio chegou repleto de referências

Nesta última quarta-feira, o quinto episódio de Loki veio para nos dar um novo vislumbre do que está por vir na season finale. Aqui, finalmente vemos todas as Variantes do Deus da Trapaça em um caos total, ao mesmo tempo em que uma nova ameaça paira sobre o horizonte, dando pistas de quem está por trás da AVT.

Porém, o episódio trouxe uma infinidade de easter-eggs bem interessantes, fazendo muitas referências aos quadrinhos e dando mais detalhes do que nos aguarda no futuro.

Jornada ao Mistério

Imagem de capa do item
Loki, Sylvie (Lady Loki), Kid Loki, Loki Clássico e Mobius. Foto: Reprodução

Os easter-eggs desse quinto episódio começam logo por seu título, que é “Jornada ao Mistério“. Trata-se de Journey Into Mystery, o nome da revista onde o Thor fez sua primeira aparição no Universo Marvel.

Em 2011, esse título foi relançado, protagonizado pelo Kid Loki. Aqui, nós tivemos uma maior exploração da mitologia asgardiana dentro da Marvel, e faz todo sentido que esse episódio tenha esse título, ainda que o foco não seja necessariamente no Kid Loki, ele tem um papel grande a desempenhar.

Qeng

Imagem de capa do item
Torre Stark de uma realidade em que ela foi comprada pela Queng Enterprises. Foto: Reprodução

No meio da cidade destruída, temos vários prédios, incluindo uma versão da Torre dos Vingadores. Porém, em vez de ter o clássico logo da equipe, o edifício possui um letreiro onde podemos ler “Qeng“. Nos quadrinhos, o prédio foi comprado pela Qeng Enterprises.

Durante a revista All-New, All-Different Avengers, Tony Stark vendeu a Torre para essa corporação, que era liderada por um homem chamado Mr. Gryphon que, na verdade, é uma das identidades adotadas por Kang, o Conquistador.

Alioth

Alioth. Foto: Reprodução

O grande antagonista do episódio, no entanto, é uma criatura nebulosa cheia de raios e energia, chamada Alioth. Ela existe nesse mundo onde Loki encontra suas Variantes, e supostamente está ali para impedir que pessoas fujam e que alguém decida ir além do fim dos tempos.

Nos quadrinhos, esse personagem é conhecido por ser o primeiro ser vivo que se desvencilhou das amarras do tempo, tornando-se um ser atemporal sem nenhuma conexão com as linhas temporais. Ele também é uma espécie de “rival” para Kang, tendo um império muito maior que o Conquistador.

Kid Loki, o assassino

Imagem de capa do item
Kid Loki empunhando sua espada dourada, Laevateinn. Foto: Reprodução

No episódio, nós também conhecemos um pouco mais das versões de Loki que foram apresentadas na cena pós-créditos do último episódio. O Kid Loki, é tido como o “líder” do bando, mas sua origem aqui é bem diferente dos quadrinhos.

Enquanto o Kid Loki das HQs é bondoso, gentil e está sempre tentando fugir do legado de suas versões mais adultas, o Kid Loki da série não é inocente. Ele foi o responsável por matar Thor, e isso desencadeou o Evento Nexus que o fez ser capturado pela Agência de Variação Temporal.

Helicóptero de Thanos

Imagem de capa do item
Thanoscóptero. Foto: Reprodução

Se você assistir ao episódio sem prestar atenção, vai perder vários detalhes que estão muito bem escondidos no cenário. Como por exemplo o infame Helicóptero de Thanos ou simplesmente Thanoscóptero, que aparece brevemente em uma cena.

À primeira vista, trata-se apenas de um helicóptero amarelo com o nome do Titã Louco. Porém, esse veículo apareceu nas HQs em Spidey Super Stories #39, numa história em que Thanos aparece para caçar a Felina e tomar dela um Cubo Cósmico. A história não se passa no universo “tradicional” das HQs, mas a imagem do helicóptero de Thanos virou piada entre os fãs.

Throg, o Sapo do Trovão

Imagem de capa do item
Throg tentando pegar o Mjölnir. Foto: Reprodução

Em outra breve cena, temos uma referência a uma história bem divertida de Thor. Quando a câmera vai do mundo da superfície até o bunker das Variantes, podemos ver um sapo com capa vermelha em um frasco, tentando desesperadamente quebrá-lo para pegar um Mjölnir.

Nas HQs, há um personagem chamado Simon Walterson, um humano que foi amaldiçoado a viver como sapo. Ele acaba se aliando a Thor em uma missão inesperada. Nessa história, Loki transforma Thor em um sapo, e quando o Deus do Trovão volta ao normal, decide abençoar o seu aliado anfíbio para que ele ganhe poderes trovejantes, assumindo o nome Throg.

O Loki orgulhoso

Imagem de capa do item
Loki Orgulhoso. Foto: Reprodução

Quando todas as Variantes se unem em um bunker secreto, temos uma breve demonstração da origem do Loki Orgulhoso, interpretado por DeObia Oparei. Ele começa dizendo que matou o Capitão América e o Homem de Ferro.

Depois, ele também diz ter conquistado todas as seis Joias do Infinito. Contudo, o Loki Jacaré rosna em seguida, o que é um indicativo de que sua história é fabricada e ele só fala essas coisas para se gabar.

O Loki que se salvou

Imagem de capa do item
Loki Clássico. Foto: Reprodução

Logo após a história do Loki Orgulhoso, temos a origem do Loki Clássico, que é o personagem que chamou muito a atenção dos fãs na cena pós-créditos do capítulo anterior. Aqui, descobrimos que ele viveu quase as mesmas coisas que o Loki que conhecemos, mas conseguiu escapar de Thanos.

Após fugir do Titã Louco, ele se isolou em um planeta e teve muito tempo para pensar em sua própria identidade e destino antes de ser preso pelas forças da Agência de Variação Temporal.

Um mundo lotado de variantes

Imagem de capa do item
Foto: Reprodução

Enquanto se escondem em um bunker secreto, as Variantes são traídas pelo Loki Orgulhoso. Ele entrega seus companheiros para outras versões do Deus da Trapaça, e é quando que temos uma breve aparição do “Vote Loki“, personagem que havia sido usado na campanha promocional.

O personagem é o único entre todas essas novas Variantes que parece ter uma ligação direta com as HQs, já que se trata de uma referência ao arco de histórias em que Loki decidiu se candidatar à presidência dos Estados Unidos. Apesar disso, temos inúmeros outros Loki que causam um verdadeiro caos.

A magia do Loki Clássico

Imagem de capa do item
Foto: Reprodução

Durante a batalha final, podemos testemunhar todo o poder místico do Loki Clássico, que usa sua magia para criar uma ilusão gigantesca e atrair toda a atenção de Alioth enquanto Loki e Sylvie tentam escapar. Aqui, temos um bom exemplo de todo o poder do Deus da Trapaça nas HQs.

Curiosamente, essa Variante de Loki decide atrair o monstro nebuloso criando uma ilusão de Asgard. É uma boa homenagem às origens do Loki, que nos mostra como essa versão passou a amar seu antigo lar. Em um momento do episódio ele também afirma que todos os Lokis tem os mesmo poderes mágicos que ele e que se o Loki se focar, também conseguirá acessa-la corretamente.

Cronópolis?

Imagem de capa do item
Foto: Reprodução

Ao fim do episódio, Loki e Syvlie conseguem encantar Alioth. Eles então descobrem uma passagem para um lugar misterioso, onde o possível criador da Agência de Variação Temporal se encontra.

Há uma grande teoria de que isso seja uma parte de Cronópolis, o lugar dominado por Kang, o Conquistador. Assim sendo, é possível que esse viajante temporal (ou alguma de suas versões, como Immortus) seja o grande vilão da série.

Confira essa e outras novidades sobre séries n’O Triunvirato e acompanhe as nossas redes sociais para não perder nenhuma novidade.

2.673 thoughts on “Loki: Confira os easter-eggs e referências do quinto episódio